INÍCIO > DESTAQUES > Plano de Recursos Hídricos e Proposta de Enquadramento dos Corpos d’Água do Recôncavo Norte e Inhambupe (BA)

Plano de Recursos Hídricos e Proposta de Enquadramento dos Corpos d’Água do Recôncavo Norte e Inhambupe (BA)

Na Semana do Meio Ambiente deste ano, o Plano de Recursos Hídricos, em desenvolvimento pela Profill Engenharia e Ambiente, para o Governo do Estado da Bahia, através do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (INEMA), realizou uma rodada de oficinas de participação social, pelos municípios da região.

Foram realizadas, entre os dias 5 e 12 de junho, quatro oficinas públicas em: Alagoinhas (05/06); Serrinha (07/06); Amélia Rodrigues (10/06); e Camaçari (12/06).

Essas consultas tinham como objetivo apresentar informações e colher contribuições aos estudos de diagnóstico das bacias do Recôncavo Norte e Inhambupe. Os eventos contaram com um grande público, interessado em contribuir na construção do plano.

Os eventos foram pauta em diversos veículos da região. Em entrevista à Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Alagoinhas, Diego Silva, coordenador de projetos da Profill, explicou que “esse plano é um planejamento territorial que informa quanto se produz de água em determinada região e o que se tem de demanda, resultando num balanço hídrico que dirá se está faltando ou sobrando água e define que ações precisam ser tomadas pelos poderes públicos para se que faça o melhor aproveitamento desses recursos. Assim, é possível que haja água suficiente para o pleno desenvolvimento das atividades dos municípios”.

Em entrevista ao Jornal A Tarde, José George Silva, especialista de Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Inema, responsável pelo acompanhamento da execução do plano, também destaca a contribuição da dinâmica para o levantamento de ações e soluções alinhadas aos anseios e até problemas apontados pela população.

“O plano é feito em todo um processo participativo, como a lei de recursos hídricos solicita que seja. A partir da escuta social das questões dos recursos hídricos, a gente faz o plano com o conhecimento técnico associado ao conhecimento social que é das comunidades, da sociedade de um modo geral que vive aquela condição em relação aos seus rios, aos seus riachos, aos seus aquíferos."

Acesse matérias divulgadas sobre os eventos nos links:

https://www.alagoinhas.ba.gov.br/index.php/semana-do-meio-ambiente-e-comemorada-com-palestras-educativas-plantio-de-arvores-e-oficina-sobre-recursos-hidricos-em-alagoinhas/

https://atarde.com.br/economia/moradores-empresarios-e-orgaos-estaduais-debatem-plano-de-bacias-1274615

 

Foto: Profill Engenharia